Categoria: Marketing

- Fabrine Jeremias

A importância de segmentar seu conteúdo

Você cria conteúdo para as redes socais, posta, anuncia e não sente resultado em todo o processo?! Isso pode acontecer por dois fatores, o primeiro é que você pode não estar mensurando o que é relevante pra entender o resultado ou, está tentando conversar com “todo mundo” sem segmentar. E, é sobre esse segundo ponto que vamos conversar agora.

Quando falamos em segmentar, é que você precisa conversar com quem realmente é seu cliente, fazer conteúdos voltados para o comportamento dele. Por exemplo, durante esses dias, devido a pandemia, ele tem tido comportamento diferente? O que mudou na vida dele? Seu produto ou serviço pode oferecer algum conteúdo para ajudar nesse processo?

Segmentar é compreender que cada pessoa tem seus hábitos, histórias e sonhos. A partir disso, seus conteúdos farão sentido e, as chances de converter em vendas ficam maiores. Isso vai desde a imagem que você escolhe para o público se identificar, até o tipo de texto e linguagem que você vai escrever.

Além de segmentar seu tipo de conteúdo, na hora de criar os anúncios, você precisa ser o mais específico possível. Por exemplo, no Instagram e Facebook, escolha os cargos que a pessoa pode ter, idade, gênero, regiões, mas principalmente o direcionamento detalhado: são pais de crianças pequenas? São pessoas que viajam frequentemente? Mulheres que buscam atividade física? Pessoas que ficaram noivas nos últimos 6 meses? Tudo isso é possível detalhar ao anunciar e, assim ser muito mais assertivo. Lembrando que cada publicação pode ter um direcionamento diferente, fique atento e sempre que puder edite seus públicos para estar atualizado.

Confira também: https://www.inspiraon.com.br/blog/77/como-e-seu-processo-criativo

- Ínali Vieira

4 dicas para você compor fotos incríveis com o seu celular

Para quem é empreendedor, mostrar o seu produto ou serviço nas redes sociais é uma ótima ferramenta para conquistar novos clientes. Mas pra isso é super importante apresentá-los de maneira criativa, um dos diferenciais sem dúvida é uma boa imagem com bons ângulos e perspectivas onde valorize o seu produto, por isso separamos 4 dicas pra você melhorar a forma como você apresenta seu produto na internet.

1. Use a regra dos terços

No seu celular, você pode utilizar a grade de marcação, a tela é dividida em 9 partes e você consegue enquadrar a foto e os elementos da foto.

2. Espaços negativos

Sempre deixe espaços “em branco” na imagem, não tente preencher a foto/tela inteira com muitas informações porque acabará poluindo a imagem. Desse modo o seu produto terá um destaque maior.

3. Perspectivas diferentes

O celular nos traz inúmeras possibilidades de ângulos e perspectivas diferentes pela facilidade de posicioná-lo, sem contar que hoje conseguimos encontrar acessórios bem acessíveis para melhorar ainda mais suas produções, como: tripés, suportes e até mesmo algumas lentes. Use a abuse da sua criatividade testando diversas possibilidades.

4. Busque sempre referências

Uma dica preciosa é sempre pesquisar por referências em sites como Pinterest, Behance e até mesmo o Google. Pois assim você irá estimular a sua criatividade aplicando suas novas ideias em seu cenário atual. Facilitando ainda mais a produção das suas fotos.

Claro que uma boa câmera é essencial, mas hoje a tecnologia já nos oferece vários smartphones com câmeras incríveis que nos permitem criar ótimas composições fotográficas. Aproveite as dicas e melhore a forma como você apresenta o seu trabalho.

Confira também: Você tem acesso ao relatório de métricas?

- Elariana Fernandes

Sua empresa está presente – de verdade – nas redes socais?

A gente sabe que a tendência do marketing digital pegou mesmo e que quem não entrou nessa onda pode estar perdendo grandes oportunidades de alavancar sua carreira ou o seu negócio, não é?

Há quem diga que as empresas que optam por não levar seus produtos e serviços para os canais digitais estão caindo no esquecimento, como até diz aquele ditado: “quem não é visto, não é lembrado”.

Entretanto, não basta tão somente estar no meio digital. Esse canal, mais do que outros, exige estratégias bem elaboradas para poder oferecer resultados. E aí vale analisar pontos como, conteúdo, engajamento, interações, se você está anunciando ou não, se anuncia da forma correta e se está oferecendo aquilo que o seu público quer de fato quer receber.

Quando a conta está oferecendo, do jeito certo, aquilo que as pessoas desejam receber, a chance de sucesso é grande. Mas, é aí que chegamos onde queríamos: você está de verdade nas redes sociais?

Muitas empresas hoje se dispõem a criar canais e anunciar seus produtos nas mais variadas mídias, se colocando a disposição do cliente com informações e serviços e quando, finalmente, o cliente entra em contato por algum dos canais  em que a empresa se coloca disponível, não obtém respostas.

Por exemplo, você faz um post de um determinado produto, dá informações básicas sobre ele e o anuncia, porém quando o cliente chama por meio de inbox, comentários, chats e outros, acaba deixando o cliente em potencial sem resposta. As chances de as pessoas que não recebem resposta migrarem para outras marcas é grande. Afinal, ela está ali buscando por soluções rápidas.

Por isso, em se tratando de mídias digitais, é indispensável que a sua empresa tenha consciência da importância de disponibilizar um atendimento rápido e objetivo também voltado para os canais de conversa direta com o cliente. Monitorar as redes avaliando e respondendo comentários, menções, directs, inbox, recomendações, etc.

O cliente quer atenção, por isso, mostre a ele que você também se interessa e que ele é importante. Faça com que ele se sinta próximo da sua marca. Ah, isso vale inclusive para os comentários negativos, tá? Uma experiência negativa com o seu serviço ou produto pode ser resolvida de forma muito mais fácil se você der atenção ao problema do seu cliente quando ele precisa.

Gostou das dicas? Leia também: Você tem acesso ao relatório de métricas?

- Fabíola Oliveira

Pesquisas por voz: a aposta da vez

Cada ano que se inicia traz com ele tendências e apostas para a área do marketing digital, que segue em constante evolução. E sabe qual a grande aposta dos profissionais da área para 2020? O aumento significativo das pesquisas por voz nas buscas no Google, ou em aplicativos/assistentes como Siri, Cortana Alexa, Google Assistente e Google Home.

De acordo com uma pesquisa realizada pela ComScore, em 2020 50% das buscas serão feitas por voz, o que significa um impacto imenso nas estratégias de otimização para ferramentas de busca.

A estrutura semântica desse tipo de pesquisa é diferente da estrutura que conhecemos para as buscas digitadas, por isso, a necessidade de atualização para não perder tráfego qualificado.

A otimização para VSEO (voice search engine optimization) leva em conta a forma como as pessoas falam, e não como elas digitam ou escrevem. Outra diferença é o tamanho das respostas, que tendem a ser mais curtas.

Essas são algumas das premissas para começar a otimização do seu site para a nova era das buscas, uma era de soluções rápidas e úteis para consumidores cada vez mais ocupados e exigentes.

Leia também: A importância da Prova Social no Marketing Digital

 

 

 

- Carla Giassi, Fabíola Oliveira, Thiago Duarte, Amanda Emerim

8 insights valiosos para você que não foi no RD Summit 2019

Imagem: crédito RD Summit.

  1. Novidades Linkedin:  O Brasil ocupa o 4º lugar no ranking mundial de usuários do Linkedin, por isso a importância de posicionar a marca na plataforma. Conteúdos com foco em pessoas têm uma performance melhor, e em breve as funções live e eventos prometem movimentar ainda mais o Linkedin.

 

  1. Marketing Analítico: Destaque para o conceito infoxication que é a capacidade limitada de consumo de informações, traz a necessidade de que, cada vez mais, as marcas precisam oferecer recompensas em troca dos dados do consumidor. 

 

  1. Fotos reais: Os bancos de imagens estão ficando para trás, as pessoas querem conhecer a empresa, as pessoas. Faça fotos e se aproxime de verdade do seu público.

 

  1. Diferença entre feed X stories: Tem dúvida sobre o que postar no feed e o que postar nos stories do Instagram? O feed é indicado para conteúdo planejado e para trabalhar branding, como se fosse a vitrine do negócio. Já os stories são ideais para trabalhar conteúdo flexível, gerar conversas, interações e usar um tom mais comercial.

 

  1. Quer mais uma dica valiosa de Instagram? Enquetes aumentam em até 30% a audiência dos stories. E o IGTV tem uma entrega orgânica 20% a 30% maior que o feed do Instagram.

 

  1. Branding: Marcas são como pessoas, tem personalidade, talentos, valores, propósito e objetivos.

 

  1. Saia da bolha: Pra ser diferente é preciso consumir repertório diferente, olhar o mundo através do olhar do outro, sair das nossas bolhas, consumir arte pra ter repertório criativo.

 

  1. Você faz conteúdo valioso? Segundo Peçanha da Rock Content “conteúdo valioso é o que resolve o problema de um público específico, no momento que ele precisa”, unindo utilidade e contexto.

Quer mais dicas? Acesse nosso Youtube, clique aqui. 

- Thiago Duarte

3 dicas para aproveitar o uso de hashtags

Você presta atenção nas hashtags que você usa?! O uso das hashtags começou com o Twitter e logo foi tomando conta de outras redes sociais. Elas são agregadores de conteúdos e quando usadas da maneira correta, atraem um público maior. Separamos três dicas para você colocar em prática.

  1. Não use hashtags longas e confusas

Esse detalhe pode prejudicar a sua estratégia de Marketing Digital! Preste atenção nas suas hashtags. O ideal é usar palavras simples, objetivas, precisas e de fácil compreensão, despertando o interesse do seu cliente. Hashatgs longas geram confusão no seu público.

  1. Busque saber mais sobre a hashtag que vai usar

As hashtags são palavras criadas para situações específicas, pode ser: um evento social, um evento cultural, etc. Mas também podem ser criadas para representar um estilo de vida, a paixão por algo, para posicionamento de uma marca, e assim vai. Fique de olho para o que elas significam porque podem trazer uma imagem negativa para a sua empresa. Conhecer a origem e o conteúdo que está vinculada a hashtag é essencial para a sua estratégia dar certo. Afinal, o post e a hashtag precisam, ambos, estar em sintonia.

  1. Menos é mais

Pode parecer que adicionar diversas hashtags vai trazer resultados para o seu post, mas pode ser o contrário! Inclusive, você já deve ter ouvido essa dica, de usar o máximo de hashtags que puder ou de colocar hashtags famosas, mas a verdade é que as diretrizes do Instagram, por exemplo, são bem claras, você pode ser penalizado. A indicação é usar até 5 hashtags por post.

Por isso, nada de exageros, foque sempre no que é essencial.

Leia também: Investir ou não em marketing digital?

 

Aguarde...